Serviços e encordoamento

Serviços

 

Na Casa do Tenista, prestamos serviços de encondoamento onde possuímos os melhores preços da região. Um exemplo disso é o Plano encordoamento. Se você é de Porto Alegre e possuí rolo de corda, ao fazer o plano de 15 encordoamentos, a mão de obra sai por apenas 10 reais por mão de obra.

 

Ficamos localizando na rua Félix da Cunha Nº 830. Loja ao lado do estacionamento do clube Leopoldina Juvenil.

 

 

 

 

Encordoamos com máquina eletrônica da Babolat onde aferimos a libragem constantemente da máquina para manter o máximo em qualidade e padronização no encordoamento.

 

 

 

Se você adquirir qualquer raquete de tênis performance em nosso site, também ficará disponível nosso serviço de encordoamentos. Você só irá precisar nos orientar sobre qual corda e tensão deseja.

 

 

 --------------------------------------------------------------

 

 

"Cordas são a alma de uma raquete"

“Cordas é como se fosse o motor do carro.”

 

Cordas podem ser a alma da raquete, mas para muitos jogadores elas são deixadas de lado. Os jogadores pode passar meses testando raquetes, mas apenas alguns minutos escolhendo uma corda, sendo que ambas fazem o mesmo contato com a bola e determinam muito o que o jogador sente. Felizmente, o universo das cordas sintéticas (principalmente nylon e poliester) melhoraram dramaticamente nas últimas décadas. Hoje, há tanta diversidade no mercado de cordas que qualquer jogador, com um pouco de pesquisa, pode se concentrar em um tipo de corda desejado. Aqui estão algumas diretrizes para facilitar sua seleção de cordas e tensões.

 

 

Tensão

 

A tensão das cordas é a peça final na tríade raquete-corda-tensão. É também a menos entendida pela maioria dos jogadores recreativos. Vamos começar com o básico - baixas tensões fornecem mais potência, tensões mais apertadas fornecem mais controle. Esta é uma regra muito geral e assume um certo nível de habilidade do jogador (especialmente a parte de controle). Um jogador iniciante pode precisar de mais controle, mas as tensões mais firmes não são a solução. Este jogador precisa de um corda macia e com menos tensão para garantir mais absorção de impacto devido à freqüência de golpes fora do centro. Jogadores avançados que giram rápido e acertam com força geralmente precisam de mais controle e, portanto, se beneficiarão de tensões mais altas. Há, é claro, sempre exceções, mas essas generalizações se aplicam à maioria dos jogadores.

 

Cada raquete tem um intervalo de tensão recomendado. Este intervalo foi determinado pelo fabricante como resultado de extensos testes feitos por jogadores reais. Se um jogador não tiver uma necessidade específica (mais potência, problemas com o braço, etc.), ele deve começar na faixa intermediária e fazer qualquer ajuste a partir daí. Na Casa do Tenista, indicamos a tensão recomenda pelos fabricantes nas principais raquetes de Tênis.

 

 

 

Espessura da corda

 

De um modo geral, as cordas mais finas oferecem melhor capacidade de jogabilidade, enquanto as cordas mais grossas oferecem durabilidade e controle aprimorado. As espessuras das cordas de tênis variam de Gauge 15 (mais grossos) a 19 (mais finos), com medidores identificados com um L (15L, 16L, etc), que é a abreviação de "light". Uma corda de 15L é mais fina que uma de 15, mas mais grossa que uma de 16. As cordas mais finas também fornecem mais potencial de rotação, permitindo que as cordas se encaixem mais na bola.

 

Espessuras de Cordas e Diâmetros em milímetros.

15           =             1,41 a 1,49 mm   

15 L        =             1,34 a 1,40 mm  

16          =             1,26 a 1,33 mm  

16L        =             1,22 a 1,26 mm  

17          =             1,20 a 1,24 mm

17L        =             1,16 a 1,20 mm

18          =             1,10 a 1,16 mm

19          =            1,00 a 1,10 mm